Namastê

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Quem Somos
 

CHÁ DE ERVA DOCE NACIONAL (Funcho)
Apresentação : Caixa com 10 sachês 
Peso líquido : 15g
Nome científico : Foenimculum vulgari

HISTÓRIA DA ERVA DOCE 
O funcho é originário da região do Mediterrâneo, norte da África e oeste da Ásia. Também conhecido como anis-doce ou maratro, foi introduzida no Brasil pelos primeiros colonos europeus, tamanha a importância medicinal que lhe atribuíam

O funcho é uma das ervas cultivadas mais antigas, e era muito apreciada pelos Romanos. Por isso, os gladiadores ferozes e rudes misturavam-no na sua ração diária, e aqueles que eram vencedores levavam uma coroa de funcho.

Quando participavam em muitos banquetes, os guerreiros romanos comiam funcho para se manterem de boa saúde, enquanto as damas romanas o ingeriam para combater a obesidade. Toda planta da semente a raiz é comestível.

Era uma das nove ervas sagradas para os Anglo – Saxões, devido aos seus poderes contra o mal. Em 812 d.C., Carlos Magno declarou que o funcho era essencial em qualquer jardim imperial.

Mitos gregos também defendem que o funcho foi entregue ao homem pelos deuses no Olimpo, numa haste de erva-doce cheia de carvão..

NOSSA SAUDAÇÃO AO ELEMENTAR DA ERVA DOCE (FUNCHO) :

Sua robustez do caule e fruto se contrapõe com  a leveza das folhas, assim é de sua imagem e nos remete ao equlibrio em digerir a vida e conviver com as diferenças, pereces  acida e ao mesmo tempo doce, mas com certeza seu sabor é marcante.
Reverenciamos então o Deus em ti, porque retomas em nós o equlibrio da vida, a ver beleza na convivência das diferenças,  por isso nos sentimos leve ao teu encontro de sabor doce .